como ser produtivo

Guia absurdamente completo para ser produtivo agora

Depois de anos sofrendo com a procrastinação, decidi aprender de uma vez por todas como ser produtiva. E hoje vou te ensinar como você também pode aplicar na sua vida tudo que aprendi sobre produtividade.

Não existe um segredo para ser produtivo, mas existem comportamentos e hábitos que podem ser transformados e adquiridos para atingir esse objetivo. 

É um processo que requer tempo e determinação.

Sendo necessário mudar diversos hábitos e ganhar muito mais consciência sobre nosso tempo e aquilo que realmente é prioridade para nós.

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.

É fato: cada pessoa possui diferentes processos momentos de trabalho, de lazer e de estudo, portanto, não existe uma fórmula pronta sobre o que funciona para todo mundo.

O que existem são diversos comportamentos e hábitos que ajudam ou prejudicam a busca pela produtividade, e eu separei todas que funcionaram para mim, e que certamente podem funcionar para você. Leia abaixo um guia com o que você precisa para aprender como ser produtivo no seu dia a dia.

PS: No fim do artigo, tem uma técnica que você pode fazer agora, que em 05 minutos irá melhorar o seu dia.

O que é ser produtivo?

Antes de falarmos como ser produtivo, é essencial ter uma noção clara do que é a produtividade e o que ela representa na sua vida.

Muitas pessoas possuem uma ideia equivocada do que significa ser produtivo. Elas associam a produtividade a estar sempre ocupado e sempre fazendo algo. Porém, isso não é produtividade.

Existem muitas definições aplicáveis sobre o que significa ser produtivo.

No entanto, uma que eu gosto muito é a noção de que produtividade é você fazer o que precisa ser feito por você da melhor maneira possível quando precisa ser feito.

Além disso, ser produtivo é aprender a melhorar a sua forma de fazer as coisas de modo que possa atingir seus objetivos usando menos tempo e esforço.

A partir dessas duas noções, entendemos que a produtividade é um caminho de melhoria da forma com que você faz as coisas.

Ou seja, quanto melhor você faz o que precisa ser feito quando deve ser feito, você gasta menos tempo e menos energia nesta missão. Consequentemente, você obtém muito mais tempo livre para dedicar a outras coisas, como lazer, tempo com pessoas que você ama, descanso ou aperfeiçoamento pessoal/profissional.

Concluindo… Todo mundo que deseja aprender como ser mais produtivo está buscando basicamente 4 coisas:

  • Não procrastinar mais;
  • Não viver em constante estresse com tarefas acumuladas
  • Ter mais tempo livre;
  • Entregar resultados melhores.

A grande pergunta é: como ser mais produtivo? Como fazer isso funcionar dentro da sua rotina? Como atingir esses objetivos?

Como ser produtivo?

Se você já tentou alguns desses “truques de produtividade”, já deve saber que não existem atalhos quando o assunto é a mudança de comportamento.  E ser uma pessoa mais produtiva é justamente mudar diariamente um grande conjunto de comportamentos.

Para ser produtivo é necessário seguir um caminho que envolve transformação, dedicação, foco, mudança e construção de hábitos.

E é sobre isso que vamos te ensinar nos próximos tópicos: quais são os primeiros passos que você precisa dar para trilhar esse caminho e ser produtivo na sua vida.

Tenha uma rotina

Toda pessoa produtiva tem uma rotina.

Porém, ao construir a sua é necessário que você entenda que rotina não significa ter um horário certo para fazer todas as coisas.

Thais Godinho, escritora e especialista em produtividade, gestão do tempo e organização, fala em seu livro Vida Organizada que “rotina não é horário fixo, mas sequência“. Concordo muito!

A nossa vida é cheia de imprevistos. Quando você entende a rotina como um conjunto de horários para fazer cada coisa e acontece um imprevisto, isso destrói a sua rotina.

Porém, se você enxerga a rotina como um guia para te ajudar a fazer as coisas que você precisa fazer, ela se torna adaptável.

Ter uma rotina é ter um guia sobre o que deve ser feito e quando deve ser feito de acordo com o nível de importância e prioridade que você dá para cada tarefa.

Explicaremos um pouco mais sobre isso abaixo.

como ter rotina produtiva

Conheça seus melhores horários

Antes de falarmos de rotina, de fato, é importante entender uma coisa: cada pessoa funciona de um modo diferente. Assim, não adianta você seguir um conjunto de regras que todo mundo segue e diz ser a forma certa para ser produtivo se nada daquilo faz sentido para você.

Tem pessoas que acordam super bem dispostas e com energia para enfrentar as tarefas mais chatas logo nos primeiros horários da manhã.

Outras pessoas demoram muito mais para se sentirem assim e só conseguem enfrentar tarefas que requer mais foco, concentração e energia no período da tarde, por exemplo.

Durante o dia precisamos fazer muitas coisas diferentes e descobrir em quais horários você funciona melhor para cada tarefa que precisa ser cumprida pode salvar a sua rotina e te tornar uma pessoa mais produtiva.

Experiência pessoal

Foi ao perceber como eu funcionava em cada momento do dia que eu consegui estabelecer uma rotina mais produtiva.

Eu sei, por exemplo, que quando acordo cedo me sinto muito bem disposta e com a sensação de que posso enfrentar o dia.

Assim, logo pela manhã eu faço todas as tarefas que exigem mais de mim e, especialmente, aquelas que estou mais procrastinando. Começar o dia assim me dá a sensação de que eu posso fazer tudo!

Porém, à tarde eu já não funciono tão bem: tenho menos foco e concentração, ficando dispersa com muito mais facilidade e com mais tendência para procrastinar.

É para esse momento que deixo outras atividades que requerem menos de mim e, principalmente, tarefas que não tem um prazo próximo para ser cumprida. Também aproveito sempre para tirar tempo para fazer algo em casa ou assistir vídeos ou o episódio de alguma série para descansar.

À noite eu sou uma pessoa extremamente inspirada, é nesse momento que costumam surgir minhas melhores ideias.

Então, normalmente tudo que se refere a criatividade, planejamento de conteúdos e organização de ideias, eu faço durante a noite. Também é nesse momento que me sinto mais a vontade para ler e estudar.

Comece seu dia com um plano

Uma das dicas mais importantes que qualquer pessoa pode te dar sobre produtividade é de jamais começar um dia sem saber o que precisa ser feito nele.

Realizar um planejamento semanal e diário é essencial para que você saiba exatamente o que precisa ser feito e até quando deve ser feito, assim como ajuda a deixar muito claro as tarefas que são prioridade e que podem ser adiadas facilmente.

Tudo isso é essencial para construir uma rotina produtiva!

Eu sei que muitas pessoas têm dificuldade de se manter no plano, seja por falta de autodisciplina ou até mesmo por uma ideia equivocada de que a rotina mata a criatividade.

Porém, se você realmente quer parar de procrastinar, o único caminho possível é se dedicar a fazer tudo aquilo que deve ser feito por você.

A melhor forma de você fazer isso é começar todos os dias sabendo exatamente aquilo que precisa ser feito no seu dia.

Isso te ajudará a reduzir a ansiedade que surge quando você encara aquela lista infinita de coisas para serem feitas, pois, agora tudo que você precisa fazer é encarar o que deve fazer nas próximas horas.

Além disso, te ajuda a evitar perder tempo escolhendo entre todas as atividades que você deve fazer aquelas que precisam ser priorizadas.

Por fim, começar seu dia sabendo já de antemão o que pode ser feito é necessário para que você não deixe de lado nada que é realmente importante.

No meu caso, esse planejamento é estipulado semanalmente. Um dia por semana (normalmente no sábado ou domingo) eu organizo o que deve ser feito de segunda a sexta. Separo tudo aquilo que é prioridade e o que deve ser feito, mas pode ser adiado para o dia seguinte ou até a próxima semana, caso surja um imprevisto.

Além disso, como muitos clientes surgem com demandas urgentes no meio da semana e prazos curtos, eu normalmente deixo espaço no dia para esses jobs que podem aparecer de surpresa. E, caso eles não apareçam, posso tirar esse tempo para adiantar algo do dia seguinte.

Importância da rotina matinal

A manhã é, provavelmente, o melhor momento do seu dia.

É o momento em seu cérebro está novinho em folha, depois de uma noite de descanso.

Eu sei que muitas pessoas não conseguem trabalhar bem ou se sentirem bem dispostas, motivadas e com energia logo pela manhã. No entanto, muito disso parte de uma questão de hábito.

Eu falo por experiência! Por muito tempo me julguei como uma pessoa noturna, mas tudo isso mudou quando eu percebi que a manhã era sempre meu melhor momento, quando eu tinha uma boa noite de sono.

E, se você levantar uma pesquisa sobre hábitos de pessoas produtivas, você encontrará “acordar cedo” como um elemento importante. Uma matéria na CNBC revelou 10 pessoas bem sucedidas, como o Tim Cook (CEO da Apple), a Oprah e Michelle Obama, acordam, geralmente, bem antes das 8 da manhã.

E isso tem tudo a ver com produtividade!

Uma matéria no Huffpost, mostrou também que ao acordar cedo (mesmo que você não se considere uma pessoa matutina e tenha que tornar isso um hábito) você consegue tomar melhores decisões, pois você tem muito mais força de vontade durante à manhça.

No meu caso, acordar às 7 da manhã faz com que eu sinta que tenho várias horas ao longo do meu dia e eu tenho muito chances de conseguir fazer tudo que precisa ser feito a tempo, um sentimento que já não existe quando acordo às 10, por exemplo.

como ser produtivo de manhã

Como desenvolver uma boa rotina matinal?

Agora, você já sabe que acordar cedo é um fator importante para ser produtivo e possui forte relação com hábitos de pessoas bem sucecidas em suas áreas.

Porém, o que fazer nessa rotina matinal?

O principal conselhos que podemos dar para você ser produtivo de manhã é sempre começar seu dia com um comportamento que facilite o dia.

E isso vai depender totalmente de você!

Algumas pessoas acreditam que seu dia começa melhor depois de fazer uma boa caminhada, enquanto outras preferem começar o dia lendo um bom livro.

Há ainda aqueles que gostam de checar a caixa de e-mail logo de manhã para se livrar de todas as pendências, e aqueles que preferem meditar e ter tempo para “pensar em nada” antes que as tarefas do dia comecem.

Mas, normalmente, começar o seu dia com uma sensação de realização traz muito mais chances de você se manter produtivo durante o resto do dia.

Essa sensação de que você já concluiu a primeira tarefa é um motivador essencial para que você continue “na linha” em seu planejamento e gera uma sensação de grande satisfação.

Por isso, planeje seu dia e coloque como a primeira atividade algo que lhe gere prazer, facilite seu dia (seja trazendo paz, alegria ou motivação) e seja fácil de executar.

Terminando o dia

Da mesma forma que precisamos aprender como começar nosso dia, é importante saber como terminá-lo.

Dormir bem à noite é essencial para que você seja uma pessoa mais produtiva,pois, durante uma boa noite de sono, o seu cérebro está trabalhando também. Quem dorme mal, normalmente enfrenta problemas de atenção, concentração e tem a sua cognição afetada. Isso influencia na sua capacidade de tomar decisões e o deixa mais distraído e esquecido durante o dia.

Além disso, o sono tem uma relação profunda com o seu humor.

Um artigo de Harvard mostrou que “sono ruim ou inadequado pode causar irritabilidade e estresse, enquanto um sono saudável pode melhorar o bem-estar.”.

O fato é que: não se trata do quanto você dorme, mas, sim, da qualidade do seu sono enquanto você dorme.

E essa qualidade começa a ser construída antes de você realmente deitar na cama e fechar os olhos. Por isso é importante saber como terminar o seu dia, para que, na hora de dormir, você realmente consiga ter um sono capaz de cuidar da sua mente e do seu corpo.

Segundo a Sleep Foundation, criar uma rotina notura é essencial para quem deseja ter uma boa noite de sono. O ideal é que essa rotina comece em torno de 60 a, pelo menos, 30 minutos antes de você realmente dormir e ela pode envolver diversos hábitos que ajudam, de fato, a dormir bem.

Estes hábitos, sugeridos pela Sleep Foundation, são:

  • Definir o horário para dormir é essencial, pois, com o passar do tempo, o seu cérebro começará a realmente se sentir cansado e pronto para dormir no horário definido;
  • Desligar os eletrônicos, como celular, computador, televisão e todo aparelho que emite luz azul fará a diferença na sua noite de sono;
  • Coma um lanche leve e beba chá, seu corpo trabalhará melhor à noite (sem a dificuldade de digerir refeições pesadas) e você também não acordará de noite com fome;
  • Tomar banho quente ajuda a provocar em seu corpo uma reação sonolenta, essencial para entrar no clima de dormir;
  • Ouvir música ou sons ambientes pode ajudar você a dormir mais rápido e melhorar a qualidade do seu sono;
  • Técnicas de relaxamento, como exercícios de respiração ou alongamentos que promovam relaxamento muscular, ajudam a diminuir a tensão física e mental, promovendo uma noite de sono melhor.

Construir uma série de hábitos antes de dormir ajudará seu cérebro a entender que quando você fizer em conjunto uma série específica de atividades, está na hora de dormir. Automaticamente, seu cérebro começará a trabalhar para se preparar para a noite de sono que acontecerá em seguida.

Isso ajuda você a se sentir muito mais bem disposto quando acordar no dia seguinte, sua mente estará mais leve, você não sentirá mais exautsão mental e nem desgate emocional logo de manhã cedo e, assim, conseguirá enfrentar o dia com mais energia e determinação.

E isso tem tudo a ver com se tornar uma pessoa mais produtiva! 

O vilão da produtividade

Não adianta falarmos de tudo que faz bem para quem deseja ter uma boa rotina produtiva, e deixarmos de fora aquilo que é capaz de acabar com tudo que você tenta construir.

O grande vilão da produtividade não é a procrastinação, mas, sim, o estresse.

Quanto mais estressado você se sente, menos energia você possui. E isso é capaz de destruir toda a sua produtividade, pois ele suga toda a sua energia física e mental, o deixando com aquela constante sensação de exaustão, o que o faz se arrastar em meio às atividades.

O estresse ainda possui a capacidade de tirar a sua concentração, fazendo com que a sua mente fique divagando entre os problemas e isso não somente faz com que você fique sem foco, como também acaba com seu potencial criativo durante o dia.

Ou seja, somente prejuízos que acabam com a sua produtividade.

Então, de nada adianta você montar uma rotina, planejar bem a sua semana e o seu dia, acordar cedo e buscar desenvolver bons hábitos durante à noite, se você está sempre estressado.

rotina produtiva sem estresse

Como ter uma rotina menos estressante?

Falamos tanto sobre como a sua rotina deve ser, que é importante também ressaltar tudo aquilo que você não pode deixar de fora dela.

Produtividade não se trata de produzir cada vez mais, mas de produzir para obter resultados cada vez melhores. E isso somente acontece quando você cuida tanto das suas tarefas, quanto de você também.

Quando estamos estressados, preocupados e cansados, somos muito menos produtivos.  E o segredo em ser mais produtivo também está em aprender a colocar dentro da rotina aquilo que é capaz de lhe ajudar a reduzir seu estresse:

Planejamento saudável

Você precisa sempre lembrar que não é você que precisa caber dentro do planejamento, mas ele que precisa caber dentro de suas possibilidades. Portanto, se você possui a sensação de que você está sendo esmagado por tantas tarefas, isso significa que é o momento de rever seu planejamento;

Exercícios físicos

Exercitar-se com frequência produz maravilhas no seu cérebro, ajudando não somente a reduzir o estresse, como também a ser muito mais produtivo.

Quando você se exercita, seu corpo produz endofirnas, que funcionam como analgésicos naturais, e ajudam não somente a relaxar, como dormir melhor (o que reduz estresse e melhora a produtividade).

Além disso, a atividade física aumenta os níveis de dopamina, norepinefrina e serotonina do cérebro, o que melhor sua capacidade de concentração, foco, memória e até mesmo humor.

como exercícios físicos te ajudam a ser mais produtivo

Tempo para você

Além da prática de exercícios físicos (um momento que você tira para cuidar do seu corpo), é importante também ter momentos para você e seu desenvolvimento, tanto pessoal, quanto profissional.

Esses momentos inclui estudar, desenvolver novas habilidades, cultivar um hooby, ler sobre coisas diferentes, assistir documentários, fazer cursos…

Tudo aquilo que ajudará seu cérebro a fazer novas conexões e expandir seu conhecimento.

O problema é que muitas vezes entramos em um frenesi de querer aprender tudo que precisamos aprender sobre o nosso trabalho (as nossas funções específicas), mas isso pode gerar uma carga de estresse cada vez maior.

É importante sentir que você está se desenvolvendo, crescendo, aprendendo e evoluindo, mas não apenas no seu trabalho.

Afinal, todos nós possuimos variados interesses e temos um cérebro curioso, que gosta de entender sobre assuntos diferentes.

É um grande mito isso de pensar que grandes gênios são aqueles que sabem apenas uma única coisa e gastam todo seu tempo pensando somente naquilo.

Leonardo da Vinci, um das  personalidades mais importantes da humanidade, possuía interesse em artes (pinturas e esculturas), ciência, matemática, engenharia, anatomia, arquitetura, botânica, poesia e música.

Pense na riqueza de pensamentos que havia nesta mente, que foi capaz de criar obras magníficas como a Mona Lisa e A Última Ceia!

Não tenha medo, portanto, de buscar sempre tirar um tempo para investir em você, nos seus interesses variados e na curiosidade. Isso fará você ver que o mundo é muito mais amplo do que, muitas vezes, ousamos imaginar.

E, sinceramente, poucas coisas nos dão tanta vontade de viver com alegria e motivação do que encarar a vida como esse grande universo de possibilidades!

Tempo para descanso

Parece irônico, mas quanto melhor você descansa, mais você produz com efetividade.

O descanso (como uma boa noite de sono, um momento de relaxamento do dia, minutos de silêncio e concentração, exercícios de respiração) faz toda a diferença para o pleno funcionamento da sua mente.

Quando você descansa, a sua mente consolida as memórias de forma eficaz e você se torna muito mais capaz de resolver problemas.

Um erro comum é as pessoas acreditarem que quando estão descansando isso significa que seus cérebros estão “parados”, ou seja, fazendo nada.

Mas é no momento de descanso, onde você não produz estímulos (e não exige da sua mente foco, concentração, energia e esforço), o seu cérebro está construindo novas conexões e quebrando outras que já não são tão importantes. Isso é o que ajuda você a possuir sempre novas ideias, se mantendo criativo, motivado e inspirado.

Além disso, uma matéria no Trello mostrou que quanto mais descansado você está, melhor você consegue produzir. Ou seja, você consegue produzir com a mesma qualidade e em um tempo muito menor quando está bem descansado.

Se você quer ser mais produtivo, definitivamente precisa adicionar bons momentos de descanso em sua rotina.

descanso para produzir mais

Transforme seus hábitos

Se você já tentou mudar um hábito, você sabe que é muito difícil!

Acontece que nossos hábitos existem para facilitar a nossa vida. Quando um hábito é “instalado” em nós, somos capazes de agir de acordo com o caminho criado por ele sem precisar gastar energia mental pensando e tomando uma decisão consciente.

Isso é ótimo, especialemnte quando construímos hábitos que nos ajudam a sermos pessoas mais produtivas. Pois, quanto mais forte nosso hábito é, menos energia gastamos para tomar aquelas ações.

Quando você tem um hábito forte, você não precisa usar sua força de vontade e energia para se disciplinar a agir dauqlee jeito. O seu hábito faz esse caminho por você.

O problema está quando este é um hábito ruim, pois ele atua da mesma forma.

E aí, a rota inverte: você precisará mover toda sua força de vontade e autodisciplina (o que exige muito da sua energia mental!) para ir contra o caminho deste hábito.

Mas, o segredo está em descobrir como mudar os hábitos.

Em “O Poder do Hábito”, Charles Duhigg mostra que não podemos simplesmente “eliminar” um hábito, mas podemos transformá-lo em um hábito diferente, que gere os resultados que desejamos.

Usando os aprendizados deste livro, preparamos a dica a seguir para você que pode ser a chave de ouro para você parar de procrastinar e ser mais produtivo defnitivamente.

Como mudar os hábitos de procrastinação?

O primeiro passo para mudar um hábito é você identificar no que esse hábito constitui. Conheça questões importantes como: o que desencadeia esta ação? Como você se sente quando age assim? O que você sente em seguida?

O que desencadeia a ação é sua deixa.

Por exemplo, ela pode ser uma situação estressando, ou o sentimento de insatisfação, ou o cansaço, ou o medo. Tudo isso é bem comum quando se trata de procrastinação, mas você precisa identificar dentro dos seus hábitos de procrastinação no dia a dia o que é a sua deixa, o gatilho que dispara tal hábito.

Em seguida, a ação gerada é a sua rotina.

É o que você faz quando o gatilho é disparado. Você abre as redes sociais? Você vai assistir um vídeo no Youtube? Vai mandar mensagem para alguém? Vai jogar? O que você faz a seguir é o que constitui seu hábito.

Por fim, temos o que você sente, que é a sua recompensa.

A ação gerada pela deixa produz que sentimento em você? Esse sentimento é aquele instantâneo, que é o que você deseja sentir sempre que o seu gatilho é disparado e você recorre à ação que pode te gerar esse sentimento.

construir hábitos produtivos

Se você deseja reestruturar seu hábito, entender esses 3 pontos fará toda a diferença. Pois, uma vez que você descobre qual é a recompensa que você deseja obter com aquela ação, você pode mudar a ação para gerar a mesma recompensa.

E, em vez de agir com procrastinação, você pode substituir a sua ação por algo produtivo.

Exemplo prático:

Você está fazendo uma tarefa exaustiva e começa a se sentir cansado (deixa), então você abre seu celular e entra no Instagram, Twitter e WhatsApp para “conferir o que está acontecendo” (rotina) e isso te ajuda, pois você se sente mais relaxado e até mesmo esquece o que estava fazendo, não se sentindo mais exausto mentalmente (recompensa).

Acontece que em longo prazo, esse hábito acaba com a sua produtividade, pois você acaba perdendo uma hora somente acessando suas redes sociais e, depois, voltar para a tarefa chata e cansativa se torna um verdadeiro pesadelo. Assim, o ciclo se repete todos os dias.

O que você poderia fazer de diferente? Eliminar aquilo que prejudica a sua produtividade.

Ou seja, substituia o “olhar as redes sociais” para fazer algo que realmente possa ajudar a sua mente, como beber um copo d’água, respirar um pouco de ar fresco, fazer um alongamento para relaxar seus músculos ou ouvir uma música.

Faça algo que possa te gerar o sentimento que você busca, mas que não prejudique a sua produtividade.

É uma tarefa difícil, mas mudar comportamentos nunca é realmente algo fácil. A questão é: o quanto você está disposto para se tornar uma pessoa mais produtiva?

Tornar-se uma pessoa mais produtiva é um processo que envolve muito se conhecer e conhecer como seu corpo e mente funcionam. Com estas dicas, tenho certeza de que você conseguirá ser muito mais produtivo no seu dia a dia, desempenhando bem aquilo que precisa ser feito. 

Salve o infográfico abaixo para não perder as informações compartilhadas:

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.