sites para freelancers

Vale a pena trabalhar nos sites para freelancers?

O que não faltam hoje são sites para freelancers que desejam começar a oferecer serviços no mundo digital.  Mas, às vezes o que parece ser uma vantagem acaba trazendo muito prejuízo profissional. Confira as vantagens e desvantagens de trabalhar em sites para freelancer.

Quando eu comecei a buscar por clientes para oferecer meus serviços como redatora, um dos primeiros recursos que eu usei foram os sites para freelancers.

Testei vários e acabei me adaptando à Workana, onde trabalhei por 3 anos seguidos buscando diariamente projetos e realizando propostas.

Com o tempo, conquistei o que eu mais queria: construir uma rede de contatos que me permitiu ter liberdade para não depender mais das plataformas.

Por isso, hoje explico detalhadamente quais são as vantagens e desvantagens de você se cadastrar e oferecer seus serviços em sites para freelancers – e quando isso deixa de valer a pena.

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.

Foca na leitura!

Vantagens dos sites para freelancers

Os sites para freelancers são muito vantajosos em vários aspectos, especialmente quando você está começando a trabalhar como freelancer e precisa encontrar seus primeiros clientes.

Listei os principais 3 motivos que me fizeram persistir trabalhando na Workana por 3 anos e porque eu acho que pode valer a pena se cadastrar lá ou em outra plataforma que te possibilite oferecer seus serviços e encontrar clientes interessados.

1. Grande número de projetos

Uma coisa é certa: sempre tem alguém procurando o que você tem a oferecer. E nos sites mais populares para freelas você encontra dezenas de projetos diariamente.

Sabe aquele desespero de saber fazer algo muito bem feito, mas não fazer ideia de como encontrar pessoas interessadas em contratar esse serviço?

Nos sites para freelancer isso é muito difícil de acontecer, pois sempre tem alguém procurando justamente aquilo que você sabe fazer.

Quer gerenciar redes sociais? Sabe criar conteúdo de qualidade? Oferece serviços de tradução? Trabalha com programação de sites e aplicativos? Tudo isso você encontra com facilidade nos sites (e até muito mais!).

Até mesmo critérios mais específicos, como a busca por redatores que possuam uma qualificação em determinada área. Por exemplo, um redator que seja nutricionista, ou que trabalhe na área da educação, ou que tenha cursado Direito.

E, claro, quanto maior a sua qualificação, mais você pode cobrar pelo serviço.

Mas também existem trabalhos que são bem mais simples e que bastam algumas pesquisas no Google para você conseguir entregar um bom conteúdo.

Essa é a grande vantagem dos sites para freelancers: você encontra uma grande quantidade de oportunidades de trabalho para todo tipo de profissional, desde os inciantes aos mais qualificados.

vantagens dos sites para freelancers

2. Facilidade para conseguir trabalho

Se você está começando, pode ser bem mais fácil conseguir seus primeiros trabalhos em sites para freelancers.

Claro que existe o obstáculo de não possuir uma experiência na plataforma (algo que conta muito para os clientes contratarem através dos sites!), mas se você souber como apresentar suas habilidades e como escrever uma proposta envolvente, que atenda justamente aquilo que o cliente está procurando, você com certeza conseguirá fechar alguns projetos rapidamente.

Por conta da grande demanda, há muitas oportunidades variadas e se você se manter atento aos projetos que surgem diariamente não será difícil conseguir um trabalho.

E ainda tem o bônus: quanto mais trabalho você fizer através da plataforma, mais destaque você ganha nela e isso aumenta suas chances de ir sendo contratado.

Chega um momento em que o seu perfil vende o seu serviço por você e os clientes começam a te procurar diretamente, dado às recomendações e boas experiências apresentadas no seu histórico.

Tudo isso contribui para que você tenha cada vez mais facilidade de conseguir trabalho.

3. Chance de obter bons contatos

Sem dúvidas o que mais fez com que valesse a pena continuar trabalhando nos sites para freelancers foi a possibilidade de conseguir bons contatos para futuros projetos.

Embora a maioria das plataformas proíba que profissionais e clientes tenham contato por outros meios além do próprio site, essa regra é sempre burlada.

Isso se deve a vários fatores, mas principalmente por a plataforma cobrar valores muito altos que fazem com que os clientes desanimem de contratar profissionais por lá.

Dessa forma, muitos clientes acabam querendo contratar você mais vezes, mas por fora do site. E essa é sua oportunidade de conseguir uma rede de contatos.

E quanto mais pessoas conhecem e gostam do seu serviço, mais pessoas se interessarão. Para freelancers, a indicação é muito importante! Já tive clientes que ficaram interessados no meu trabalho mesmo sem ver meu portfólio, pois eu fui indicada por amigos e colegas de confiança.

 

Desvantagens dos sites para freelancers

Já comentei na introdução de que existem muitas desvantagens de trabalhar nesses sites. Inclusive, a minha experiência, a busca por possibilidades que me permitisse trabalhar por fora da plataforma era grande! E eu consegui atingir esse objetivo depois de três anos.

Mas vou te contar exatamente o que me fazia desanimar em trabalhar através dos sites para freelancers.

1. Valores dos serviços da plataforma

Toda plataforma que oferece um serviço irá cobrar, de alguma forma, por ele. E, por muito tempo, as plataformas para freelancers acabavam me desanimando por causa dos valores dos serviços.

Já tive cliente que desistiu de me contratar por a plataforma cobrar 20% do valor que estava cobrando por meu serviço. Assim como já dividi metade dessa tarifa com o cliente (ou seja, tive que abaixar o valor do meu trabalho para não ficar muito pesado para ele).

Com o tempo isso foi me saturando, sendo sincera.

Eu sabia que conseguiria muitos outros projetos se não tivesse em uma plataforma que cobrasse uma alta taxa dos clientes.

E, para mim, isso sempre foi uma desvantagem muito grande!

desvantagens dos sites para freelancers

2. Concorrência

Outro ponto muito negativo das plataformas é que há uma concorrência gigantesca.

Já tiveram vezes que eu estava preparando uma proposta para um projeto simples e quando percebi já havia de 30 a 40 propostas enviadas àquele cliente – e isso em poucas horas!

Claro que quando você sabe fazer o seu trabalho bem feito e entrega o resultado que os clientes buscam ao contratar um profissional, você tem um pouco mais de tranquilidade.

Ainda assim, você tem que ter consciência de que, assim como você é bom no que fazer, existem outros profissionais na plataforma que também são muito bons!

Sempre vai existir um profissional que sabe fazer melhor que você, ou que entrega mais rápido, ou que tem um valor mais em conta, ou que sabe usar alguma outra ferramenta, ou que tem mais uma habilidade…

E tudo isso vai contando.

A verdade é que trabalhar nesses sites para freelancers é um campo de batalha: você precisa ser o melhor no que faz, ter o melhor prazo, ter muito mais a oferecer além do que é pedido e, se não for possível preencher esses critérios, precisa ter o melhor preço (ou seja, cobrar bem mais barato!).

E isso nos leva à terceira (e pior) desvantagem de todas…

3. Desvalorização do trabalho

Com a grande concorrência, vem uma grande desvalorização dos profissionais na plataforma.

Se você está pensando em encarar o trabalho nas plataformas de freelas é necessário encarar essa realidade.

Para entender na prática (e usando minha experiência como redatora nos sites de freelancers): existem excelentes profissionais que cobram R$50 por texto. Mas também existem profissionais que estarão cobrando R$5 por um texto do mesmo tamanho!

Mesmo que não haja a mesma qualidade (e, às vezes, pode até haver!), a maioria dos clientes acaba escolhendo aquele profissional que cobra mais barato.

E quanto mais você valoriza o seu trabalho, mais difícil será encontrar jobs.

Essa competitividade nas plataformas de freelas acaba não prejudicando apenas o profissional que deseja ser valorizado pelo seu trabalho, mas toda a classe de profissionais que sofre com os efeitos dessa desvalorização.

O valor que você cobra a um cliente (e a recusa em diminuir esse valor em 5o, 60 ou 70%) é a forma que você ensina ao cliente como ele deve valorizar aquele serviço.

E quando existem centenas ou até mesmo milhares de pessoas oferecendo um serviço por até 80% mais barato do que a média de profissionais cobra, estas pessoas estão ensinando aos clientes que aquele serviço não vale tanto assim.

E isso é muito prejudicial!

Por sentir na pele essa desvalorização e ter sempre a necessidade de diminuir o valor do meu trabalho para conseguir fechar projetos que eu resolvi sair das plataformas de freelancers.

Esse foi o ponto que mais e impulsionou a tomar essa decisão que, na época, foi muito desafiadora.

Vale a pena trabalhar nos sites de freelas?

sites para freelancers valem a pena?

Compartilhei com você muito do que aprendi ao longo de três anos trabalhando como redatora freelancer em sites. E esse artigo possui totalmente minhas opiniões, impressões e experiências.

No entanto, tudo isso que falei aqui não parte apenas do que vivi, mas também do que eu observei e conversei com outros profissionais – tanto que trabalham ou já trabalharam através dessas plataformas, quanto daqueles que nunca sequer fizeram um cadastro nesses sites para conseguir se inserir no mercado e ter projetos.

Diante de tudo isso, creio que você pode avaliar se para você, seus objetivos profissionais e realidade financeira vale a pena ou não trabalhar nos sites freelas.

Para mim, apesar de todas as desvantagens que listei aqui e as experiências negativas que enfrentei, valeu a pena, sim.

Foi através dos trabalhos nos sites de freelas que adquiri uma grande experiência e construí uma carreira como redatora freelancer.

Foram também esses trabalhos que abriram outras portas para mim, e através desses sites conheci clientes que me deram novas e melhores oportunidades para poder trabalhar fora dos sites e por 100% minha conta própria.

E isso foi ótimo!

Realmente, trabalhar nos sites para freelancers pode ser desafiador e em muitos momentos você enfrentará dificuldades (como ter que batalhar por uma vaga entre dezenas de outros bons profissionais, ou ter que abaixar muito seu valor para poder fechar um job).

E eu fiz muito pela necessidade de trabalhar e gerar renda. Mas também por saber que quanto mais eu trabalhasse, mais experiência eu obteria e mais eu estaria me abrindo para novas oportunidades que poderiam surgir. E elas surgiram!

 

Esse é um relato sincero, totalmente honesto e aberto para você sobre minha experiência e quais, eu creio, são as vantagens e desvantagens de trabalhar em sites para freelancers.

Agora cabe a você avaliar o que vale a pena ou não na sua realidade. E me conta aqui: você já tem experiência em trabalhar para sites freelancers? Tem algum medo com relação a isso? Alguma dúvida? Escreva um comentário e vamos conversar melhor!

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.