Workana é bom? É confiável? Minha experiência de 3 anos! 8

Workana é bom? É confiável? Minha experiência de 3 anos!

Está pensando em trabalhar com a Workana e tem dúvidas? Quer saber se vale a pena e é confiável? Continue lendo meu artigo completo, que divido toda minha experiência com a plataforma.

A Workana é uma plataforma desenvolvida para encontrar e contratar freelancers e clientes. Há três anos eu venho desenvolvendo trabalhos nessa plataforma, já tendo participado de mais de 50 projetos durante esse tempo.

E, hoje, estou aqui para fazer uma análise honesta e real sobre a experiência de trabalho na Workana. Bem, vamos ao direto ao ponto:

Sim, a Workana é uma empresa confiável e segura, que possui uma plataforma excelente para freelancers encontrarem clientes e projetos, apesar de possuir alguns problemas no site.

Continue lendo o artigo, para descobrir dicas exclusivas de como ganhar mais como freelancer na plataforma, ou selecione o assunto no menu abaixo:

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.

Como comecei a trabalhar na Workana

No começo do ano de 2017, eu me inscrevi em várias plataformas de freelancer – especialmente aquelas que tinham uma grande demanda de trabalho para os redatores.

Porém, foi somente na Workana que eu comecei a ter reais oportunidades de jobs e projetos para participar.

No começo, é muito difícil. Tudo na Workana depende da sua reputação na plataforma. Assim, quando você participa de cada projeto, o cliente realiza uma avaliação sobre seu trabalho. E os próximos clientes avaliam exatamente isso.

Às vezes, muito mais do que estar atento ao seu portfólio, o cliente está mais preocupado em saber como foram suas experiências anteriores de trabalho no site.

Porém, nos seus primeiros três trabalhos, é muito difícil. Afinal, poucas pessoas querem realmente confiar em alguém que ainda não tem referências na plataforma.

Eu lembro que demorei mais de uma semana apenas mandando várias propostas até conseguir conversar com um cliente e fazer um trabalho com ele – que eu acabei cobrando bem abaixo do valor, apenas para conseguir logo ter uma avaliação no site e poder passar mais confiabilidade.

A cada trabalho realizado (e uma boa avaliação conquistada) foi ficando muito mais fácil conseguir novos trabalhos.

workana é bom?
Como funciona a Workana?

A Workana funciona com um sistema de níveis para cada freelancer. E conforme você vai trabalhado dentro do site, ganhando dinheiro, tendo boas avaliações, não violando projetos, você vai subindo de nível.

A cada nível, você ganha mais “liberdade” dentro do site. Por exemplo, quando você se cadastra você é automaticamente o nível vai baixo, o Iron. Nesse nível, você pode apenas se conectar com 2 clientes por semana e executar apenas um projeto por vez.

Essa é uma mudança recente! E, sinceramente, pode ser bem difícil para um freelancer iniciante conseguir bons trabalhos com tantas limitações.

Conforme você vai trabalhando, o seu nível sobe: bronze, silver, gold, platinum e hero. O Hero é o maior nível e o que contem mais benefícios e funcionalidades, como poder se conectar com mais de 80 clientes por semana, não tem limitas para projetos em andamento, destaque nas pesquisas e etc.

Vale a pena pagar pelos planos de benefícios?

A Workana é uma plataforma gratuita, mas tem planos de benefícios que são pagos. Esses planos ajudam você a ter mais acesso às funcionalidades do site.

Se você está pensando em realmente investir na sua carreira como freelancer, ter mais oportunidades e etc., pode até valer a pena investir nisso.

Os planos podem ser pagos mensalmente ou trimestralmente, nessa segunda opção os preços ficam assim:

  • Plus (R$ 15,92 ao mês);
  • Professional (R$ 55,92 ao mês);
  • Premium (R$ 79,92 ao mês).

E esses planos dão alguns benefícios a mais: mais conexões; possibilidades de você sacar o dinheiro a qualquer momento dentro de 24 horas; possibilidades de ter mais certificados, o que agrega mais valor ao seu perfil.

Eu nunca paguei pelos planos de benefícios, mas em uma época onde estava trabalhando muito por lá, pensei bastante e quase contratei. Acho que é uma vantagem para quem começa a crescer bem na plataforma e encontra boas chances de jobs lá.

freelancer na workana

Habilidades necessárias para conseguir mais projetos

Eu aprendi duas coisas muito importantes trabalhando como freelancer na Workana durante todo esse tempo:

  1. Você precisa saber apresentar o seu serviço;
  2. Você precisa saber convencer as pessoas sobre sua capacidade.

Se você não souber mostrar no que você é bom, você não consegue ser contratado. Nas propostas, é sempre importante você mostrar as suas habilidades, falar há quanto tempo você trabalha com isso, quais são seus pontos fortes e informações afins.

Mas, quando o cliente te chama para conversar e analisar se realmente você é o profissional certo, é hora de você saber convencê-lo de que você é a pessoa adequada para aquele projeto.

Realmente você não vai passar por isso com todos os clientes. Há muitos que basta uma conversa simples para ter a certeza se deseja te contratar ou não. Mas aqueles que buscam um profissional com quem possam firmar uma parceira, normalmente precisam ser convencidos.

E isso não ocorre apenas você mostrando trabalhos anteriores.

É necessário saber conversar, expor suas ideias, mostrar que você tem as habilidades que ele precisa no profissional que deseja contratar.

No meu caso, como redatora, muitas vezes é mostrar que sou proativa na hora de pesquisas pautas, sugerir conteúdos, ter ideias diferentes, originais e criativas para os textos.

As vantagens para o freelancer

Uma das maiores vantagens da Workana é que existem muitos, mas muitos clientes! Na minha área, de redatora, eu consigo ver por dia em torno de 30 a 50 projetos buscando profissionais!

E, existem projetos bem específicos. Ou seja, se você tem uma qualificação extra, melhor ainda!

Por exemplo, existem clientes que procuram por redatores que tenham conhecimento na área de Saúde, ou de Direito para escrever conteúdos de nicho.

Por isso, dependendo da sua formação, você tem uma carta na manga para conseguir muito mais trabalhos.

E se você trabalha como freelancer atuando em diferentes áreas, melhor ainda. Na plataforma, você encontra projetos para ramo de:

  • TI e Programação;
  • Design e Multimedia;
  • Tradução e conteúdos;
  • Marketing e Vendas;
  • Suporte Administrativo;
  • Jurídico;
  • Finanças e Administração;
  • Engenharia e Manufatura.

Outra vantagem é que existem clientes de várias partes do mundo e se você souber falar outros idiomas (especialmente o inglês e espanhol), você acaba conseguindo também muito mais trabalhos.

Workana é confiável para enviar pagamentos?

Quando eu comecei a trabalhar através da plataforma, esse foi um dos meus maiores medos! Afinal, é péssimo e muito estressante quando o site tem problemas para enviar pagamento, ou acaba cobrando alguma taxa a mais por isso e você tem que tentar resolver as coisas para poder receber…

Mas eu nunca tive problemas com isso!

Recentemente, porém, a Workana mudou algumas coisas dentro da plataforma e, entre elas, está a forma de saque. Antes havia a opção de a Workana enviar o dinheiro diretamente para sua conta bancária (cobrando apenas uma pequena taxa em torno de R$3).

Mas, hoje as opções para receber são:

  • Transferência Bancária Internacional, através do Payoneer (com custo de R$13,31 e taxas entre 1% e 3% de câmbio para as transferências);
  • No cartão de débito internacional Mastercard, através do Payoneer (com custo único para ativação);
  • Conta no MercadoPago, sem custos e transferência em 24 horas;
  • Conta no PayPal (custo de 2% por transferência).

Na minha opinião, a opção mais vantajosa para quem mora no Brasil é pelo MercadoPago: mais barato, sem muita burocracia e rápido.

Por fim, o pagamento é realizado sempre entre os dias 1 a 5 de cada mês. Há também a possibilidade de você receber seu pagamento entre os dias 16 a 20, mas somente para freelancers que possuem plano de benefícios da plataforma.

desvantagens freelancer

As Desvantagens

Como nem tudo são flores, na Workana você encontra algumas desvantagens bem grandes!

A primeira delas é realmente a dificuldade em você crescer dentro da plataforma. Poderia ser muito mais simples e prático para os freelancers, mas não é. Você tem que trabalhar bastante nos primeiros meses lá dentro para conseguir alcançar um bom nível.

Em seguida, é a desvalorização do serviço. Muitos clientes lá dentro querem pagar muito pouco – e encontram muitos profissionais que vendem seus serviços quase de graça.

No começo, você acaba tendo que cobrar bem abaixo do valor de mercado para conseguir descolar os primeiros jobs. Mas isso é um perigo, pois você acaba desvalorizando bastante seu trabalho.

Isso não significa, é claro, que você não vai encontrar pessoas dispostas a pagar um valor justo. Porém, é quase como encontrar agulha em um palheiro às vezes e você tem que conversar com muita gente. Por isso, eu acabo não fazendo tantos projetos quanto poderia: não estou disposta a desvalorizar tanto meu serviço!

Por fim, a maior desvantagem na Workana é com relação à comissão que ela cobra para os projetos. Ela cobra 20% do valor do projeto em comissão. Por exemplo, se você vai receber R$100 para um trabalho, ela cobra R$25 por isso. Esse valor pode ser pago por você, ou pelo cliente. Eu sempre acho mais justo que o cliente pague por isso, mas há quem discorde.

Vale a pena trabalhar através da Workana?

Sim! Eu trabalho ainda por lá e pretendo continuar, pois é uma plataforma que te possibilita conhecer muitos clientes legais, participar de projetos diferentes, crescer bastante e, claro, construir um portfólio e uma reputação!

Essas desvantagens não são para desmotivar você a não entrar no site, ok? Mas sim para que você esteja atento que nem tudo é tão simples e bom, assim. Desse modo, você já vai começar preparado.

Eu indico bastante para profissionais freelancers, especialmente redatores, quem trabalha na construção de sites e em marketing e redes sociais, pois há uma demanda constante de trabalho e muita chance de crescimento dentro da plataforma.

Mas me conta aqui: você trabalha como freelancer? Já conhecia a Workana? Comenta aqui embaixo!

Quer aumentar seus ganhos como Freela?
E-book completo e grátis que vai te ajudar agora a aumentar em até 82% o seu rendimento.